142017mar
O glaucoma é um grave problema de saúde ocular.

O glaucoma é um grave problema de saúde ocular.

O glaucoma é um grave problema de saúde ocular. Apresenta incidência e prevalência altas em todo o mundo. Alguns autores insistem em afirmar que essa enfermidade é a principal causa de cegueira irreversível no mundo.

Apesar das dificuldades para realização de estudos epidemiológicos em nosso país, sabe-se que existem cerca de 900.000 portadores da doença no Brasil. É alarmante saber ainda que, provavelmente, 720.000 são assintomáticos, muitos deles necessitando ainda de diagnóstico o mais precoce possível para que sua qualidade de vida não seja comprometida, ou mesmo, o que é mais grave, para que não evoluam para a cegueira. Considerando que o glaucoma tem maior prevalência entre as pessoas de idade mais avançada e que a idade média da população brasileira tem aumentado, cremos que, em breve, esses números serão ainda mais preocupantes. A ciência tem evoluído rapidamente nos últimos anos, e o estudo do glaucoma acompanha essa evolução. Em 2001, a Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) publicou o I Consenso sobre o Glaucoma Primário de Ângulo Aberto. Essa publicação pioneira foi muitíssimo importante para a conduta em casos médicos, para avaliações jurídicas e para a política de saúde pública. Naquela ocasião, vários estudos multicêntricos e avaliações por metanálise estavam em andamento. Hoje, os resultados desses trabalhos acrescentam novas informações. Como exemplo, a importância da avaliação da espessura da córnea após a divulgação do Ocular Hypertension Treatment Study (OHTS). Porém, não basta traduzir informações para o nosso idioma. Há a necessidade de adequá-las às nossas realidades racial, socioeconômica e cultural. Todos os que figuram nesta publicação foram prestativos e executaram com extrema competência a difícil tarefa de elaborar o II Consenso. A SBG reconhece o mérito deste trabalho e agradece a todos. A SBG compreendeu a necessidade de atualizar o seu Consenso, e a Pfizer viabilizou a realização desse novo marco da oftalmologia brasileira. Esta publicação reúne concordâncias em torno de conceitos e opiniões que nortearão a conduta na maioria dos casos de glaucoma. No entanto, haverá situações em que a particularidade do caso clínico deverá ser considerada pelo médico. Esperamos que este trabalho da SBG venha a contribuir para a saúde ocular e para o bem-estar do povo do nosso país.
Paulo Augusto de Arruda Mello

Carmo Mandia Junior

Coordenadores e Editores do Consenso

http://www.sbglaucoma.com.br/pdf/consenso02.pdf




Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *